segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Nós e o Céu

Também o Céu por vezes se esconde
por detrás de nuvens cinzentas
deixando escapar gotas cristalinas
que não passam de lágrimas
Revolta-se, demonstrando a sua ira
através de ventos, raios e tempestades
Destrói-se a si e tudo a sua volta.
No outro dia levanta-se e brilha
vê-se as estrelas a brilhar
como se nada se tivesse passado
cada pontinho é um piscar de olho
que se reflecte nosso olhar
trazendo esperança, carinho e ilumina-nos
mas ainda assim os dias cinzentos voltam
e tudo parece perdido.

Afinal o Céu não é assim tão diferente de nós
Um dia brilha noutro está cinzento...

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Natal

O Natal está aí e com ele vem o frio, a chuva o vento, a neve...todo dentro do normal.
Mas não é só isso que esta quadra natalícia nos traz!
Eu hoje em dia não ligo muito ao Natal, talvez porque o seu significado já não seja visto como era quando era uma pequena miúda.
As mensagens que nos enviam são por sms, e a primeira que nos chega é a que enviamos para todos os nossos contactos. Não é que não façam sentido, mas é tão mais bonito quando escrevemos uma nós próprios e de preferência num postal(sim, já sei que digo sempre isso, Eu adoro Postais).
Outra coisa que se ouve muito dizer/fazer nesta altura é a solidariedade! Ainda um dia destes falava com uma amiga sobre esse assunto. Chegámos à conclusão que num ano inteiro só em Dezembro é que vemos, seja na televisão, na rua, em qualquer lado que passemos as pessoas serem mais solidárias com as outras.
Para mim o Natal não é isso.
E a correria aos centro comercias?! Estão sempre cheios, compras e mais compras. O Natal do consumismo.
Nos tempos o Natal era montar a árvore, a ansiedade que havia para saber o que estavam nos embrulhos. Hoje em dia os miúdos já pedem, sabem que vão ter e se não têm lá vem a birra.
É certo que o tempo muda, mas há coisas que nunca deviam mudar. Por mais luzes que hoje exista espalhadas por todo o lado não têm o mesmo brilho.

Desejo a todos um Feliz Natal, com muito carinho!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Todos queremos um Amigo

Amizade é...

Não é receber, é dar.
Não é magoar, é incentivar.
Não é descrer, é crer.
Não é criticar, é apoiar.
Não é ofender, é compreender.

Não é humilhar, é defender.
Não é julgar, é aceitar.
Não é esquecer, é perdoar.

Amizade é...

Simplesmente AMAR.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Infâncias Felizes



Voltar a ser criança, ter um olhar doce e inocente. Querer ser médica, veterinária e claro professora.
São os sonhos de uma criança feliz, onde vê o Mundo pintado de cor de rosa e à noite as estrelas são pequenas luzinhas que iluminam ainda mais o seu olhar.
Passear pelo campo, apanhar as flores para fazer o ramo mais lindo que alguma vez viu. Todos os dias era feito um novo, mas sempre mais bonito que o de ontem. Brincar naquele baloiço de estava numa árvore gigantesca, por vezes eram tardes inteiras a baloiçar de uma lado para o outro.
Tudo era diferente, não havia horas, pressas, tudo tinha o seu tempo.
Tudo estava no seu devido lugar à hora certa.
Os erros que se cometiam não era graves e amanhã era um novo dia, já tudo estava esquecido.
Eram momentos felizes que não voltam atrás, todas as crianças crescem, perdem a inocência e aprendem a sonhar e a relembrar os sonhos de outra hora.